terça-feira, 4 de março de 2014

Resultado do Premio AFI 2014 - Troféu Coracy Martins

Bloco de Enredo

MELHOR BLOCO: UNIDOS DO IMPERADOR
ENREDO: UNIDOS DO IMPERADOR
SAMBA ENREDO: GLOBO DE OURO
BATERIA: GLOBO DE OURO
FANTASIAS, ALEGORIAS E ADEREÇO: UNIDOS DO IMPERADOR
INTÉRPRETE: CEZINHA SIMPATIA, GLOBO DE OURO.
HARMONIA: GLOBO DE OURO

DESTAQUE BLOCOS: MÁRCIO JUNIOR, CARNAVALESCO DO UNIDOS DO IMPERADOR.

Escola de Samba

MELHOR ESCOLA: UNIDOS DA SAUDADE
ENREDO: UNIDOS DA SAUDADE
SAMBA ENREDO: IMPERATRIZ DE OLARIA
BATERIA: UNIDOS DA SAUDADE
FANTASIAS, ALEGORIAS E ADEREÇOS: VILAGE NO SAMBA
INTÉRPRETE: KAÍSSO, IMPERATRIZ DE OLARIA.
COMISSÃO DE FRENTE: VILAGE NO SAMBA.
MESTRE SALA: BETÃO, VILAGE NO SAMBA.
PORTA BANDEIRA: ALESSANDRA, VILAGE NO SAMBA.
HARMONIA: UNIDOS DA SAUDADE
DESTAQUE ESCOLAS:
* DOUGLAS MACEDO E RENATA TAVARES, UNIDOS DA SAUDADE.
* BRUNO E ERICA, VILAGE NO SAMBA.
* ALESSANDRO E PATRICIA, IMPERATRIZ DE OLARIA.

Prêmio extra

BAMBAS DO SAMBA:  TIA CELICE, IMPERATRIZ DE OLARIA.
MUSA DO CARNAVAL: ANA PAULA MAGALHÃES, UNIDOS DA SAUDADE.
COBERTURA DO CARNAVAL: TV ZOOM.
COBERTURA JORNALÍSTICA INDIVIDUAL: PAULO VEIGA,CINEGRAFISTA LUAU TV.
CONCURSO DE FANTASIA ORIGINALIDADE: PETERSON DA SILVA MUNIZ.
CONCURSO DE FANTASIA LUXO: GILSON PEREIRA DA SILVA.

sábado, 4 de janeiro de 2014

EU FAÇO O SAMBA FRIBURGUENSE - DEIGRE SILVA

 
Retornamos a nossa série de entrevistas, desta vez com o projeto “ EU FAÇO SAMBA FRIBURGUENSE” , com personagens que ajudam a manter a chama acesa do carnaval.

O nosso primeiro entrevistado é um representante da nova geração dos sambistas da cidade, Deigre Silva. Campeão em Nova Friburgo e no Rio de Janeiro, Deigre ataca agora de empresário com o bloco H2álcool, conheça mais desta fera.
 
 
1. Como você começou a se interessar pelo carnaval?
Primeiro quero agradecer a oportunidade dada pelo Samba Friburguense por essa entrevista, e parabenizar ao site pela valorização do nosso carnaval.
Voltando a pergunta, em meados dos anos 80, alguns amigos mais velhos da rua aonde eu morava, participavam dos ensaios de bateria da Vilage no samba. E regularmente levavam a molecada para participarem desses ensaios e eu era um desses moleques. Gostei tanto que além dos ensaios da Vilage, passei a ir também aos ensaios do bloco Raio de Luar devido a proximidade de onde eu morava. Desde então já trabalhei no barracão, desfilei de passista mirim, desfilei em ala, em composição de carro entre outros, hoje respiro carnaval.
 
2. Quando e como você iniciou sua trajetória de compositor?
 
Meu pai tinha uma coleção de vinis dos sambas enredos do carnaval carioca. Então eu pegava as letras dos sambas, e em cima dessas letras tentava fazer um outro samba, sem sucessos claro (risos). Já em 2005 comecei a ter acesso a sinopses. Mas a minha trajetória de compositor só começou em 2008 concorrendo na Vilage para o carnaval de 2009
3. Quantos sambas na avenida?
 
São 7 em Friburgo e 1 no Rio de Janeiro.
2 no Alunos do Samba
2 na Unidos da Saudade
1 na Imperatriz de Olaria
1 no Acadêmicos do Prado
1 no Unidos do Imperador
1 no Acadêmicos do Cubango
 
4. Como você analisa a condição de compositor em Nova Friburgo?
Considero muito difícil, apesar de algumas agremiações já começarem a valorizar um pouco mais os compositores. Essa valorização ainda fica muito aquém da grande importância que um samba enredo tem para um desfile de carnaval, e digo mais essa valorização não é só financeira.
 
5. Assim como alguns friburguenses, você se aventurou no carnaval carioca como compositor, e entrou para um seleto grupo de vencedores, como foi essa experiência?
 
Bem essa experiência começou em 2009 quando me interessei pelo enredo do carnavalesco Milton Cunha de titulo “Loucos da praia chamada saudade” do GRES Acadêmicos do Cubango. Descemos para Niterói numa manhã de domingo, eu e meu parceiro Ricardo Pavão para irmos para a apresentação desse enredo e saber mais sobre a escolha de samba, apesar de termos feitos bons contatos e até iniciarmos o samba resolvemos ficar fora da disputa. Em 2010 a Cubango reeditou um samba, então fui tentar a sorte na Estação Primeira de Mangueira. Já em 2011 participei das escolhas de samba da Estação Primeira de Mangueira, da Unidos da Tijuca e da Acadêmicos do Cubango.
 
Em 2012 participei somente da escolha de samba na Acadêmicos do Cubango, mas é bom ressaltar que todos esses anos serviram demais como experiência, as dificuldades foram muitas, afinal sair do interior e tentar a sorte em uma escolha de samba no Rio de Janeiro seja no especial ou seja no acesso não é dada fácil, mas graças a Deus tive o apoio além da minha companheira Grazi também o apoio de amigos como Guto, Nego Roger, Jefinho, Martins, Cezinha Simpatia, Matheus e principalmente de uma pessoa que durante todos esses anos me ensinou muito Wilson Bizzar.
Em 2013 consegui fazer parte de uma parceria campeã com nomes consagrados do carnaval carioca onde conseguimos fazer um grande samba e papai do céu nos abençoou com uma vitória inesquecível.
 
6. Samba inesquecível?
 
Acadêmicos do Cubango 2014
 
7. Carnaval inesquecível?
 
Até aqui desfile da Unidos da Saudade 2010
 
8. E além de compositor, você já participou como diretor de agremiações e até da Liga, como você analisa a estrutura administrativa do carnaval hoje?
Algumas agremiações se estruturaram, outras infelizmente não acompanharam
9. Qual a sua sugestão para um carnaval melhor , num sentido amplo?
 
Planejamento e profissionalismo.
10. Além de compositor, você é empresário, fale sobre o H2alcool, como surgiu a ideia, planos futuros.
 
O bloco surgiu em uma confraternização de amigos em 2011, com a idéia de brincarmos o carnaval, nesse processo várias idéias apareceram, por um determinado tempo estivemos nos estruturando, traçamos um planejamento e já no carnaval de 2014 estaremos fazendo nossa aparição como bloco para animar ainda mais o carnaval friburguense. Hoje contamos com um grupo de show formado por músicos e artistas locais e que já tem participado de vários eventos em nossa cidade.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Escolha do samba enredo do Bloco Globo de Ouro carnaval 2014


domingo, 29 de setembro de 2013

Mundo do samba de luto: faleceu Leônidas

LUIZ DO NASCIMENTO
            *25/08/1931 - + 29/09/2013

Por José Duarte

O mundo do samba está de luto. Na madrugada de domingo passado Deus chamou para junto de si o grande mestre do carnaval friburguense LUIZ DO NASCIMENTO, conhecido carinhosamente como Leônidas. Em 2011, quando completou 80 anos, Leônidas ficou muito triste com a destruição da nossa cidade, após a tragédia climática. Com certeza,  Leônidas fará muita falta não só ao  carnaval, mas ao setor esportivo, e a vida social de Nova Friburgo, porque tratava-se de uma pessoa muito bem relacionada,  querida por todos, que tinha sempre uma palavra de carinho a todos que o procuravam.

Depois de sofrer intervenção cirúrgica na coluna em 2007, teve seus movimentos prejudicados, mas continuou a vida normalmente, só parou de desfilar, o que aconteceu em 2012, quando se apresentou num dos carros alegóricos da Vilage quando a escola desfilou com o enredo “A Saga de José: Rei dos Sonhos, Príncipe da fé” do carnavalesco Leandro Barbosa.

Um grande homem, não só na altura mas no jeito de ser. Marido e pai dedicado, tinha na escola de samba Vilage no Samba, da qual foi um dos fundadores, sua grande paixão,  e fazia questão de defender  nas rodas de conversa, verde e branco friburguense.

Era também muito ligado ao esporte, atuou por vários clubes de futebol de Nova Friburgo, MS foi no Esporte Clube São Pedro de Duas Pedras, onde se destacou, como jogador, diretor e fundador.  Profissionalmente falando, era torcedor do Flamengo e estava muito preocupado  com a situação do seu clube do coração no Campeonato Brasileiro deste ano.
  
Um colecionador de títulos, no esporte, mas principalmente no carnaval, onde foi eleito cidadão samba, dezenas de vezes, o último em 1999, quando o quesito foi extinto pelos organizadores do  carnaval da cidade. Fazia questão de pelo menos tocar no troféu do carnaval, toda vez que a Vilage ganhava. Quando não pode mais sair, a diretoria fazia questão de levar a comenda em sua casa para ele sentir e beijar o troféu.

Com certeza a vida de Leônidas foi marcada por momentos de tristeza, mas 90% de alegrias, recebeu inúmeras homenagens pela sua trajetória vencedora. A última grande homenagem que recebeu foi da Associação Friburguense de Imprensa, colocando seu nome no troféu Melhores do Carnaval de 2008, cuja festa de entrega foi realizada nos estúdios da TV Focus – canal 20.

Se em vida foi uma pessoa muito prestigiada, ao que tudo indica, pelo menos esse assunto foi comentado durante o sepultamento, o prefeito Rogério Cabral, já teria decidido por colocar o nome Luiz do Nascimento – Leônidas na atual Praça 1° de Maio, onde está  o marco de fundação da escola de samba.



Seu corpo foi velado no memorial SAF em Duas Pedras e sepultado às 16h no Cemitério São João Batista diante de grande acompanhamento de familiares parentes e amigos. Leônidas deixou viúva a esposa Tereza e órfão o filho Quinha.

sábado, 6 de julho de 2013

Filho bonito

É obvio que ninguém quer assumir um filho feio, como bem diz o ditado. E memória curta é um mal que atinge muitas pessoas nesta cidade. Sendo assim, vamos dar uma ajuda e lembrar um passado não muito distante.
Por três anos a Associação Friburguense de Imprensa - AFI, realizou e organizou juntamente com os sambistas o fórum de carnaval. Uma evolução durante as edições foi alcançada e no último fórum uma temática mais técnica foi abordada, com o apoio inclusive do Sebrae, onde a qualificação da mão de obra e a profissionalização da gestão do carnaval como um todo foi presença constante nos debates, em um nível altissímo. Depois de todo esse trabalho, que foi elaborado de técnicos nos assuntos abordados e sambistas presentes nos dias do fórum, surge uma sugestão de esquecer todo esse trabalho feito até agora e "olhar para frente". O que todos os sambistas querem é um apoio sim do executivo e legislativo, mas uma entidade que sempre apoiou o carnaval não pode ser esquecida, seja por novos projetos ou jogadas politicas. O nobre vereador autor da proposta da criação do fórum, quando fazia parte da imprensa não compareceu a nenhuma das três edições do evento da Associação e fora convidado, talvez por uma agenda extensa. Mas agora é a hora de utilizar o seu lugar de destaque para fazer valer o orgão máximo da imprensa da cidade e reconhecer todo os feitos da Associação pelo nosso carnaval, que sempre foi além do seu dever com a classe, preocupando - se com a sociedade em geral. A prosposta de audiência pública é maravilhosa e um grande passo para a execução do que já foi proposto e elaborado na carta do terceiro fórum. O trabalho anterior não pode ser esquecido,tem que ser complementado e aplicado como sugerido pelos sambistas.
Que fique claro que esse filho é do samba e de desde sempre o apoiou.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

LIESBENF TEM NOVO PRESIDENTE

Júlio do Cavalo ( esquerda ) e Humberto Damasceno

Com 6 votos , Julio do Cavalo foi eleito o novo presidente da Liga das Escolas de Samba e Blocos de Enredo de Nova Friburgo em eleição na quadra da Imperatriz de Olaria.
A reunião que decidiria o novo presidente da LIESBENF, nesta quarta, 5, começou com a participação do Vereador Wanderson Nogueira propondo através da Câmara Municipal de Nova Friburgo a realização de uma reunião, onde assuntos e ações emergenciais relacionadas a festa sejam debatidos. Uma audiência pública foi proposta pelo vereador, que será realizada no dia 21/08/2013 ás 19 h. Todos os representantes presentes apresentaram seus anseios, entre eles a liberação da verba meses antes do carnaval, proporcionando uma agilidade nos trabalhos.
Aproveitando a reunião, o conselho deliberativo anunciou a aprovação das contas do presidente Luiz Carlos Teixeira. 
Apenas a chapa Júlio do Cavalo inscreveu-se no tempo estipulado, sendo assim candidato único. E com 6 votos o atual presidente do Raio de Luar é o novo presidente da Liga. Vilage no Samba se absteve do voto e Alunos do Samba e Acadêmicos do Prado não compareceram na votação.
O novo presidente disse no seu discurso oficial qual será a sua base no mandato: - Enquanto eu estiver a frente da liga a prioridade será o diálogo, só assim poderemos alcançar um evolução no carnaval da cidade. quero aliança com todas as agremiações e sambistas dispostos a engrandecer a nossa festa.

Representantes das agremiações reuniram-se nesta quarta

A eleição aconteceu na quadra da Imperatriz de Olaria

Júlio ficará no cargo até 2014 a  chapa vencedora será:

Presidente: Júlio do Cavalo.
Vice: Ernesto de Carvalho.
Secretário: Humberto Damasceno.
Tesoureiro: Aécio Roney.
Segundo secretário : Walace Piran.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

5º Prêmio Samba Friburguense - Melhores do carnaval 2013




Pelo quinto ano o Portal Samba Friburguense elege os melhores do carnaval 2013, numa disputa muito acirrada devido ao nível dos desfiles.

Os troféus serão entregues na próxima semana, em local ainda não definido.

E os vencedores do carnaval 2013 foram:

Blocos de Enredo----------------------------------------------------------------------

Melhor Bloco de Enredo: Raio de Luar.
Melhor Enredo: Bola Branca.
Melhor samba – enredo: Unidos do Imperador.
Melhor Intérprete: Matheus Reis – Raio de Luar.
Melhor bateria: Bola Branca.
Alegorias, Adereços e Fantasias: Raio de Luar.
Conjunto Harmônico: Unidos do Imperador .

Escolas de Samba -------------------------------------------------------------------

Melhor escola: Unidos da Saudade.
Melhor Bateria: Unidos da Saudade.
Mestre Sala: Ronaldinho – Imperatriz de Olaria.
Porta Bandeira: Neide – Alunos do Samba
Comissão de frente: Vilage no Samba.
Alegorias, Adereços e Fantasias: Unidos da Saudade.
Melhor Intérprete: Guto – Unidos da Saudade.
Melhor Enredo: Vilage no Samba.
Conjunto Harmônico: Unidos da Saudade.
Samba – Enredo: Vilage no Samba.


Extras -----------------------------------------------------------------------------------

Musa do Carnaval 2013: Annie Viana, Imperatriz de Olaria.
Bamba do Samba 2013: Nego Roger, Alunos do Samba.
Destaque do Carnaval 2013: Márcio Andrade, Imperatriz de Olaria.
Samba no pé: Sueli Lúcio, Unidos da Saudade e Paulo Veiga, Vilage no Samba.
Revelação do carnaval: Lucas Soares Gomes, Passista da Unidos da Saudade e Marcelo Souza , MS - Unidos do Imperador.
Prêmio especial Samba Friburguense: Cassiane Fernandes - Unidos da Saudade.
.

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Blocos de enredo fazem a festa no sábado de carnaval

Por: José Duarte

Unidos do Imperador abre o desfile de blocos contando a história das marchinhas de carnaval


Com o enredo “vou Beijar-te agora, não me leve a mal hoje é carnaval” de autoria do carnavalesco Warley Ferreira, o bloco Unidos do Imperador, abriu o desfile dos blocos de enredo. Samba de refrão fácil empolgou a torcida na avenida. Puxado pelo Rei Momo, Rogerio  Velozo e a rainha do carnaval Cristina Féu, o bloco desceu a Avenida Alberto Braune, certo de reconquistar o título. 

O bloco do Alto de Olaria contou a história das marchinhas de carnaval, relembrando as rainhas do radio, Dalva de Oliveira, Emilinha Borba, Carmem Miranda, entre outras.

A presidente Luzia das Graças, muito emocionada, triste por ter sido abandonada pelo carnavalesco, mas o bloco não sentiu a ausência e  fez um belíssimo desfile, encantando todos que estavam na avenida.
E para os críticos é o melhor samba do carnaval na categoria Blocos de Enredo



Bola Branca desfilou homenageando Oscar Niemeyer porém com algumas falhas

O bloco Bola Branca homenageou o arquiteto Oscar Niemeyer, falecido ano passado aos 104 anos. O enredo de Oscar Niemeyer à Brasília, mostrou que é possível contar a história de um povo através de sua arquitetura. O bloco se confundiu no enredo, quando apresentou a história da criação de Brasília, numa falha em que não cita o paisagista Lucio Costa que foi um dos autores do projeto que urbanizou a futura Capital do país.

O carro abre alas representou Brasília, com a utilização do formato do avião no planejamento da cidade e no desbravamento do cerrado em meio á flora.

Mas num todo o bloco fez um bom desfile, compacto. O samba cantado na avenida, alas bem produzidas, conjunto perfeito e harmonia bem sintonizada.


Raio de Luar contou a história do som

Eis o meu som, enredo do carnavalesco Binho Leal, foi o tema do bloco Raio de Luar, campeão do carnaval de 2012. Os 400 componentes do bairro de Duas Pedras, desceram a passarela do samba com muita garra e vontade de ganhar o bi. É uma pena que os blocos de enredo estão enveredando pelo mesmo caminho das escolas de samba, comprando peças de carnaval no Rio de Janeiro. Notou-se nitidamente que o Raio de Luar usou esta prática.

Mas o azul e branco de Nova Friburgo, fez por merecer. O enredo sobre o som foi muito bem desenvolvido e pára quem não quase não desfilou por causa de problemas internos, meses antes do carnaval, o Raio de Luar foi a sensação do desfile.

Com maior número de títulos entre os blocos, (13) desfilou para ganhar o 14° campeonato. O samba não tinha um refrão fácil como  os outros dois,. Mas foi bem cadenciado pela equipe de cantores e as fantasias deram brilho especial que uma agremiação necessita.


Fonte: Manchete da hora.

Vilage no Samba - Carnaval 2013


Por: Matheus Oliveira

A história da música passando pelos tempos remotos até os dias atuais, incluindo a  influência da  Coroa Portuguesa  na música brasileira originando  diversas bandas de músicas pelo país. É contando esta história e homenageando a banda Euterpe Friburguense, através do enredo “Vem ver a Vila passar cantando coisas de amor” que a Vilage no Samba irá abrir os desfiles das escolas de samba de Nova Friburgo, sonhando em conquistar um título que não vem desde 2009.

Com 1.100 componentes e 5 alegorias, a Águia quer voar alto neste Carnaval e aumentar sua hegemonia, já que é a maior campeã do Carnaval Friburguense com 23 títulos.Para isso, o carnavalesco Leandro Barbosa levará para a avenida a história da música, mostrando seu desenvolvimento através de diversos momentos da história da humanidade. Na primeira parte do desfile, a agremiação com sede em Duas Pedras, vai mostrar que Zeus, o chefe do Olimpo, escolheu sua filha, a musa Euterpe para cantar e alegrar o Panteão, que os exércitos da Idade Média comemoravam suas vitórias com canções próprias dos guerreiros. Em seguida, a história da música chegará ao Brasil, desde os índios que tinham em sua cultura, a arte de cantar, de fazer instrumentos e tocar em suas festas até a influência da Corte Portuguesa na música brasileira ao realizar várias festas e ajudar no surgimento de diversas bandas pelo país.

Em outro setor,  a escola mostrará a alegria que as bandas proporcionam nas festas brasileiras e como a música influencia a nossa vida, principalmente nas coisas de amor. Além disso, a Vilage irá homenagear uma das principais bandas de Nova Friburgo: a Euterpe Friburguense, que em 2013 completa 150 anos. A Euterpe foi fundada em 1863, e como as bandas de música do interior, se tornou parte importante da cultura da cidade, realizando diversas apresentações em datas festivas, aniversários ou eventos  em praça publica levando alegria a todo o município. E  é ao som de uma boa música que a Vilage pretende balançar a avenida.

O presidente da verde e branco, Carlos Renato de Andrade falou sobre o trabalho no barracão da escola e sobre a expectativa para este Carnaval: “A expectativa  é grande, pois teremos a responsabilidade de abrir o desfile.Por isso  estamos trabalhando com o carinho e o envolvimento da nossa comunidade, que vem fazendo um trabalho excelente, vestindo a camisa, não se importando com dia ou horário. Estamos trabalhando nos pequenos detalhes para  conquistar nosso objetivo, que é o título,  respeitando sempre as outras agremiações. E aproveito a oportunidade para convocar o nosso torcedor a nos ajudar a fazer um grande desfile na Avenida Alberto Braune.”

Ficha Técnica

Ano de Fundação: 1948

Títulos: 23

Início do Desfile: 21h( primeira escola a desfilar)

Diretoria

Presidente de Honra: Rogério de Andrade

Presidente: Carlos Renato de Andrade

Vice-Presidente: Vanessa Sá Marques

Presidente Conselho Deliberativo: Luiz Zumar

Tesoureiro: Marcelo Cintra

Secretário: Joilson  Sá Marques



Departamento de Carnaval

Diretor de Carnaval: Jeferson Lima

Diretor de Barracão: Joilter Sá Marques

Diretor de Quadra: Marcelo Cintra

Diretor de Harmonia: Paulão e Thais

Diretor de Projetos: Nelson Cunha

Velha Guarda: Tia Ana, Coreia

Baianas: Tia Tereza

Coordenadores de quadra: Mirian, Sidney, Bruno,Léo

Carnavalesco: Leandro Barbosa

Coreógrafa Comissão de Frente: Monara Costa

1° casal de mestre sala e porta bandeira: Betão e Alexandra dos Santos

2° casal de mestre sala e porta bandeira: Bruno e Érika

Diretor de Bateria: Mestre Riquinho

Rainha de Bateria: Thaiane

Autores do Samba: Jeferson Lima, Adonai,Domiguinhos e Coreia

Intérpretes: Monstrinhos, Pinguim, Júnior, Gibi e Fábio

Cavaquinista: Dominguinhos e Léo

Violão: Adonai



Barracão

Carpinteiro: João Popó

Desenhista: Marcelo

Serralheiro: Gildo e Rodrigo

Aderecistas: Paulo Lospenato e Yanes

Atelié Fantasias: Luiz Zumar e Maria Agrello



Números do Desfile

Componentes: 1.100

Ritimistas: 120

Alas: 22

Carros alegóricos: 05

Unidos da Saudade - Carnaval 2013


A história de um dos rios mais importantes do Brasil, passando por suas lendas, culturas e tradições no coração do sertão nordestino. É navegando pelo Rio São Francisco com o enredo “Nas águas de Opará surge o São Francisco, um rio de magia e integração nacional”que a Unidos da Saudade vai tentar faturar o tricampeonato do Carnaval de Nova Friburgo, no próximo dia 10 de fevereiro, quando será a segunda escola a desfilar.

 A roxo e branco, localizada no Bairro Ypu, detentora de 20 títulos do carnaval friburguense, vai iniciar seu desfile falando sobre a lenda de Opará, que teria dado o nome ao velho Chico. Além disso, durante seu desfile, a Saudade vai contar a importância deste curso d’água para o Brasil e para a América Latina. O rio São Francisco foi descoberto pelo italiano Américo Vespúcio e corta cinco estados brasileiros, como Bahia, Sergipe e Minas Gerais. O Rio São Francisco foi importante rota de expedições e de missões religiosas antigamente e atualmente é uma rota de integração nacional.  Ele possui uma extensão de 2.830 km e uma declividade de 8,8cm, com 168 afluentes.

O jornalista especializado em carnaval, Rafael Barbosa falou sobre a expectativa para o desfile da agremiação do bairro Ypu: “A Saudade se estruturou muito bem nos últimos anos e vem com uma harmonia forte para este desfile. O samba é excelente e tem o envolvimento da comunidade do Bairro Ypu e do Cordoeira, que está com o samba na ponta da língua. A escola vai fazer um desfile luxuoso e com muita vibração para conquistar mais um título, empolgando a sua grande torcida.”

Além disso, a Saudade vai mostrar durante o desfile, o folclore e as tradições como as quadrilhas e os costumes do povo da região que têm no rio São Francisco, tudo o que necessita para viver. E é dessa forma que a Saudade pretende levantar o público e transformar avenida em um verdadeiro São João as margens do São Francisco.   

Ficha Técnica

Fundação: 07/09/1948
Presidente: Peter Fillot
Títulos: 20 
Enredo: “Nas águas de Opará surge o São Francisco, um rio de magia e integração nacional”
 Início do Desfile: 22h30min (segunda escola a desfilar)
 Departamento de Carnaval

Autor do enredo: Anilton Almeida
Carnavalesco: Anilton Almeida 
  Números do Desfile
 Componentes: 1.200
Alas: 25
Bateria: 100 ritmistas
Mestre: Vandinho
Raínha da bateria: Ana Paula Magalhães
Destaque: Rafael Éboli
Carros alegóricos: 6


Samba Enredo

Nas águas de Opará
Saudade vai viajar
Navegar num rio-mar de amor
Nativo pranto de paixão e dor
Singrar esse gigante sagrado, aventureiro
Nascente na serra, colonizado
Percorre o nordeste brasileiro
Abrigo de lendas, mistérios, sofrimento, ambição
Caminho de encantos, magia e integração

Mulher rendeira tece um sonho real
Carrancas espantam o mal
A arte é dom, talento
Nas palhas o tesouro pro sustento 

Festeja Velho Chico, vai ter romaria
Folclore, devoção, coroação e folia
É noite de São João
O sanfoneiro esquenta o arrasta-pé
Na quadrilha da Saudade
O roxo e branco veste os “ômi e as muié”
Banhou o sertão da esperança
Seduziu a criança, a luz da fé refletiu
Brotou do seu chão a ternura
Dividindo fartura, paz e união
E hoje, esse rio guerreiro
Vem clamar ao padroeiro a preservação

O meu São Francisco é fonte de vida
nessa avenida vem desaguar,
Riquesas e Belezas da natureza pra emocionar